Janelas do coração – a história da Karol e do Pedro

É com muito prazer e emoção que abro um espaço no blog para a Karolina, uma pessoa incrível que eu conheci graças a esse espaço que compartilhamos desde o início do ano.

A Karolina é geógrafa, mora em Uberlândia e é coordenadora do movimento “Eu respeito as vagas. E você?”. É mãe dedicada da Ana Júlia (8 anos), da Giovana (2 anos) e do Pedro (6 anos).

E essa história é sobre o Pedro…

Não vou soltar nenhum “spoiler” aqui. :)

Leia o texto, emocione-se com essa jornada e conheça o Pedro: uma criança muito especial com um dos sorrisos mais cativantes que eu já vi!

P.S: Karol, muito obrigada por compartilhar isso com a gente!

 

Janelas do coração

 

Essa é a linda história do Pedro e da Karol

 

Quando nasce um filho, nasce, também, uma mãe.

E, quando este filho se torna diferente, nasce outro tipo de mãe.

Gravidez do meu segundo filho, pilates, vida saudável, tudo dentro da mais perfeita normalidade.

Pedro chegou na noite de vinte e quatro de maio de dois mil e seis, como uma estrela cadente…quando você olha, dá um longo suspiro de surpresa e emoção.

Tudo lindo, dentro de um mundo tendo como referência celebrar e se orgulhar de avanços como “ele segurou”, “ele balbuciou”, “ele consegue se sentar sozinho”!

Mas, aos nove meses, alguma coisa começou a acontecer. Sono além do normal, irritabilidade, intestino preso.

Pronto. O universo, de forma cíclica, dava sinais de que havia chegado o momento, a grande missão para o resto de nossas vidas.

Exames, pediatras, mais exames. E meu Pedro estava se desconectando um pouco de seu físico. Foi ficando mole, frágil, seus olhos mal abriam, não sorria mais.

Eu pedia aos céus respostas. E, aos médicos, meu Pedro de volta.

Foram mais de mil tipos de exames, ressonâncias, e nada de diagnóstico.

Uma angústia de um ano que parecia cem anos. E chegou o que nos queríamos. Um nome, seja lá qual fosse.

Sentada, com meu filho nos braços, e uma dor insuportável no coração, recebi a sentença.

O Pedro tem 99% de chance de ter uma síndrome raríssima chamada Aicardi Goutieres (AGS).

Não há mais que 50 casos no mundo.

E o pior ainda estava por vir. Por causa da pouca bibliografia, dizia-se que ele viveria, em média, dois anos. E meu Pedro estava com um ano e seis meses…

E eu somente pensava: eu nunca vou te perder. Foi Deus que me deu você.

Em casa, a internet e os sites de busca tornaram a madrugada minha maior companheira.

E, sem entender nada de inglês, um nome me chamou a atenção: Yanick Crow, geneticista da Inglaterra.

Enviei um e-mail pra ele e ficamos um domingo inteiro trocando mensagens de exames.

Iria acontecer uma confêrencia em setembro de 2008 em Washington DC. Era bom o Pedro ir para tirar sangue para estudos.

Sem entender uma palavra em inglês, lá fomos nós.

O Pedro, atualmente, está nestes estudos da síndrome. Ele é o único brasileiro a participar.

Em outubro de 2012, estivemos novamente juntos, e vimos que estão adiantadíssimos os estudos. E, em 2014, começarão a testar uma terapia com medicamentos.

Neste meio tempo, voltei a fazer o que gostava muito: correr.

E, no Dia das Mães, em maio de 2012, queria celebrar a vida do meu filho, os estudos, ele vivo.

Pedi autorização para participar com ele numa corrida. Correr e deixar tudo de ruim para trás. Foi pura emoção, uma celebração!

O movimento que nos faz querer ir cada vez mais longe, para o futuro. Um futuro lindo, que espera o meu príncipe Pedro, com toda certeza.

Hoje, Pedro estuda, faz terapias, usa o computador mexendo o mouse com os olhos.

E está ansioso! Ano que vem, vai para o primeiro ano do ensino fundamental.

Realmente, o cromossomo não tem a última palavra!

Meu filho veio para quebrar vários paradigmas. O que é referencial de normal….O que é mesmo inteligência….

E o mais importante: SER DIFERENTE NÃO SIGNIFICA SER INFERIOR.

Esta é a forma mais sublime de amor!

 

Karolina Cordeiro

Arquivo pessoal

 

Arquivo pessoal

 

Arquivo pessoal

34 Comentários

  1. Linda história mesmo… eu ouvi do psicólogo do meu filho uma coisa muito importante que nunca mais esqueci: não tem desenvolvimento perfeito!
    Apesar do nosso ideal de perfeição, todo mundo tem algo de diferente e especial! Coragem e amor!

  2. Fernanda Soares |

    Lindo, lindo, lindo! E mto emocionante!

  3. Uauuuuuu!!!!! Impossível não ficar emocionado(a) com este depoimento. Ler coisas assim, renova minhas forças diárias para continuar e continuar….. Parabéns pra todas as famílias especiais, mil vezes Parabéns….

  4. Senacional. E eu ouvi outra da neuropisicóloga: “uma coisa é certa. seu filho não veio ao mundo para fazer mal algum”. Quantas mães podem ter certeza disso?

  5. SOMOS MÃES DIFERENTES, NASCEMOS NOVAMENTE E VIVEMOS UMA VIDA CONTAGIANTE DE ALEGRIAS, EXPECTATIVAS, EMOÇOES E CADA DIA É UM DIA EM ESPECIAL….

  6. Nossa, não tem como não se emocionar com esse relato!
    Realmente filhos nos dão uma força maior do que imaginamos, que nem acreditávamos existir.
    Que Deus continue abençoando sua família Karol e cremos no sucesso das pesquisas!
    Super beijos,
    Mi

  7. Sensacional!!!!

  8. Carolina, admiro sua força e tenacidade, se Deus quiser seus esforços não serão em vão.
    Apesar de não conhece-los oro a Deus que os abençoe sempre.Um braço pra vc e Pedro.

  9. Daniella Carlos Meira |

    Sem comentários! Maravilhoso esse depoimento dessa mãe e desse Pedro iluminado! Digo e repito sempre quando alguém me fala dos limites do Samuel: Não reconheço os limites deles e nem os meus,estamos correndo atras da nossa felicidade e distribuindo carinho e sorrisos para as pessoas que passam por nós! Bjs Dea e Theo,estamos sumidos,mas estamos sempre por perto!

  10. Bonjour Carolina,
    Continue d’être ce que tu es : une inspiration. La vie est belle, nos enfants sont une inspiration pour nous mais nous sommes aussi une inspiration pour eux. Ils nous apprennent à grandir à être ce que nous sommes. Nous avons tous les deux une belle famille qui comprend des gènes AGS qui sans eux, nous ne nous serions pas connus. Alors merci à Pedro et à Jasmine ainsi qu’à nos filles d’être ce qu’ils sont des AMOURS Lyne

  11. Karolina cordeiro |

    Comentários emocionantes. Aprendi com o Pedro a enxegar tudo de forma meio magica, e todos vocês, todas as respostas,me faz mais forte.
    E mais sensível. Com o Pedro aprendi que limitada era eu, que não imagina que existe um mundo fantástico dentro de cada um de nós!
    Cada pipoca, se tranforma em diamante!!!!!!! Sempre…….

  12. Pollianna Cardoso |

    Uma lição de vida…Esta é a forma mais sublime de amor! tenho orgulho e admiração por você Karolina, obrigada por vocês fazerem parte da minha vida !!! amo vcs.

  13. Emocionante… respirei fundo, olhos marejados, coração batendo mais forte…
    Mãe linda, filho lindo, espíritos de luz, de amor e de sabedoria…

    Fiquei ainda mais feliz hoje… obrigada!

    Vaneska.

  14. Realmente é impossível não se emocionar…
    Minha filha tem 5 meses e foi diagnosticada com Síndrome de Aicardi. Estima-se cerca de 4 mil casos no mundo.
    Ela é linda, feliz, cercada de amor. E eu fui abençoada de tê-la em minha vida.
    Parabéns Karol. Beijo enorrrrrrme no seu Pedro.
    Mamãe Thays

  15. Karolina, depois de muita emoção ao ler a estória do seu príncipe Pedro, tive a certeza de que nada e impossível aos olhos de Deus… E de que nada e impossível para nos, q amamos estes pequenos incondicionalmente! Parabéns a você pois sua vitoria e fruto da sua dedicação e amor, q o Pedro seja um menino cada dia mais abençoado e vitorioso! Obrigada

  16. camila biazzin beszile |

    Emocionada, e feliz por saber q existem maes lindas por dentro e por fora, e pais tbm. Parabens o seu filho tem uma mae maravilhosa, meu bb d um ano e cinco meses nasceu com uma perda auditiva moderada, usa aparelinhos nos ouvidos desde um mes e meio de vida e ta indo mto mto bem, estamos fortesxa cada dia, unidos e felizes tbm, q deus semore tevde saude e alegrias com sua familia, parabens de coracao. Emocionadissima estou :-)

  17. KAROLINA, PARABÉNS POR SER UMA MAE MAIS QUE ESPECIAL. SEU FILHO É UM GUERREIRO GRAÇAS AO SEU GRANDE AMOR . SORTE POR TODA VIDA. ABRAÇO CARINHOSO. FRANÇOISE

  18. Sheylene Tathiana |

    Que história lindaaaaaaaa!! Irretocável a coragem e batalha desta mãe mais que especial!! Parabéns aos dois… obrigada Andrea por nos fazer conhecer esta estoria tão notável.
    Deus os abençoe sempreee!!
    Bjus

  19. Que história linda! Fica claro que as superações são conquistadas, depende da disposição interna de cada um!

  20. Lindo depoimento!
    Força, saúde e alegria para o Pedro e sua mamãe Karoline!

    :)

  21. Linda história de vida,amor,paciência e dedicação; que alegria de ver toda essa superação!Que a força e a fé continue unindo Pedro e Karol nessa caminhada que esta sendo abençoada por Deus.bjs pra vcs!!

  22. Adriana Borges |

    Lindo depoimento, linda troca! E lindo Pedro!

  23. Que lindo exemplo de amor, garra e superação! Que Deus abençoe e dê muita saúde pra Karol e o Pedro!

  24. “Cada pipoca se transforma em diamante”, karol, você soube elhor do que ninguém expressar, co essa frase, o que sinto no dia a dia com o meu filho. Aprendemos com eles, dia a dia, a viver, a sermos melhores, a superarmos as NOSSAS limitações e não as deles. Obrigada pelas palavras e força e alegria, para seguirmos adiante, sempre!

  25. Não sou mãe, mas sou irmã de um autista. Meu irmão tem 26 anos, e é mais velho que eu. A verdade é que ele dificilmente será tratado como criança, já que é um adulto (lindo, diga-se de passagem… :D ). Ele grita, fala alto, canta, pula, corre e nos beija como se não houvesse amanhã, rsrs. É muito difícil quebrar preconceitos e estigmas. Tenho medo de que coisas ruins aconteçam com ele, que ele encontre pessoas que o magoem e o tratem de forma deplorável. Tenho medo de quando ele encara uma pessoa de longe… :( Mas ele é incrível! Nos ama de forma incondicional e faz de nós pessoas mais compreensivas e pacientes. Nos faz pessoas melhores. O que muitas pessoas não entendem é que o autismo não é uma maldição. Temos dificuldades, temos temores, temos apreensões, temos tristezas, temos desesperanças… TODA a humanidade sempre teve e sempre terá. Mas não é toda a humanidade que tem crianças tão lindas para alegrar a existência… Não há dúvidas de que meu irmão será minha mais doce herança, quando meus pais se forem. Ele é uma benção de Deus e esmurro quem disser o contrário, rsrs. Deixo aqui meu depoimento e espero que você nunca perca as esperanças. Nunca! Deus nos deu essas pessoas. Se Ele é por nós, quem será contra nós? Um abraço acalorado, Ana

  26. Uma lição de vida p todos aqueles q reclamam…..Emocionada:)))

  27. Andréa nunca deixei nenhum comentário aqui ou no face.
    Já estivemos juntas no encontro com o Erick, vcs estavam pertinho de nós, mas acabamos não conversando. Se duvidar estamos coladas na foto do final do encontro :)
    Obrigada por postar relatos como este…são sempre tão verdadeiros, cheios de uma força, nascida da coragem, que me enchem de ânimo e vontade de seguir!
    Seu blog sempre me traz a alegria de não estar só!
    Bjos e até Valinhos Lisiane

  28. Karolina, VOCÊ é especial!!!! Deus abençoe sua família!!

  29. Mtu linda sua história Parabéns!

  30. Angélica Cordeiro |

    Prima li sua história e fiquei muito emocionada. Parabéns pela sua luta me orgulho muito de você..

Participe!