Mamães à obra: o que é e como participar

Voltei para o Brasil em setembro e fiquei impressionada com a quantidade de maridos de amigas que perderam seus empregos. O país vive uma crise, isso é certo.

Sabemos que crianças com deficiências exigem mais atenção, cuidados, e também investimento financeiro. Afinal, nosso sistema público não oferece nem de perto o que nossos filhos necessitam em termos de terapias e intervenções. 

Sabemos também que é (infelizmente) comum mães criarem sozinhas seus filhos com deficiência. Muitos pais genitores acabam abandonando a família quando surge o diagnóstico.

Seja por um motivo ou por outro, o fato é que a mulherada se vira nos trinta para colocar mais dinheiro em casa, seja fazendo ovo de páscoa artesanal, revisão de texto, cupcakes, levando cachorro pra passear, o que for viável.

Sexo frágil? Onde, cara pálida?

Uma salva de palmas pra vocês, mães empreendedoras, mães que ralam complementando a renda do domicílio ou sendo “pãe”. 

Mamães à obra 

Com isso em mente, pensei em criar um espaço onde mães de crianças com deficiências ofereçam seus produtos ou serviços para que outras mães possam comprá-los. Não é muito mais legal comprar da colega e ajudar uma criança com deficiência a ter mais qualidade de vida??

O blog vai disponibilizar as informações de forma que o acesso seja fácil e rápido.

Então, mamães à obra!!! 

Como incluir seu negócio 

Criei um formulário no Google Docs muuuuuito fácil de preencher. Para incluir a sua “lojinha pessoal”, basta clicar AQUI e colocar suas informações.

No mês de março, acredito que já teremos uma mercado virtual bem variado pra que possamos ajudar e ser ajudadas!

Vamos lá?! Compartilhe a ideia com suas amigas que têm filhos com deficiência! Juntas, somos mais fortes! 

P.S: lembrando que este projeto específico é para divulgar o trabalho de mães de crianças com deficiências! 😉

 

Imagem: Shutterstock

  • Cris Lima

    Amei

  • Sil Via

    Maravilha, Andréa, vc sempre fazendo a diferença…?

  • Cristiane Lazzarotto Volcão

    Parabéns pela iniciativa!!! Vou virar cliente!!!

  • Paula

    Amei!! Casou com meu projeto pessoal. Mas não sei se posso participar. DEL é considerado deficiência? Dá um gasto danado com terapias.

  • Allfitnnes Wear

    Amei,eu e meu marido sabemos a luta que é para nosso amor ter suas terapias e um bom convênio.Nessa época tão difícil para todos e ainda muito mais,para quem tem filhos especial que precisa de muito suporte para terapêutico!Aja dinheiro!

  • Marisa Schahin

    Excelente ideia, moro em S. Paulo, sou mãe de um jovem adulto, diagnosticado com autismo infantil, quando tinha 15 anos. Sou educadora, professora, terapeuta e com o passar do tempo, fui me especializando na área da educação inclusiva, autismo, deficiência, etc. e hoje em dia trabalho nessa área, atendo crianças, jovens e adultos. Já enviei os dados para o “Mamães à obra”. Estou à disposição!

  • Jennifer Sório

    Muito bom, já fiz meu registro.

  • Marcia Póvoa

    Parabéns pela iniciativa, sempre pensei que poderia ser assim, aqui somos autônomos e assim vivemos.
    Vou compartilhar com outras mães.

  • Patricia Almeida

    Ótima iniciativa! Conte com a gente pra divulgar!

  • Camila Morais

    Pode ser de pai de autista q não trabalha e tenta ganhar dinheiro trabalhando em casa, durante a madrugada ou qdo dá (qdo o menino dorme)?

  • Evalda Araujo

    Maravilha,parabéns!

  • Marcia Póvoa

    Boa tarde, ja esta acontecendo este projeto?

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.